Author

gastronomium

Browsing

Essa é a minha lista dos melhores restaurantes japoneses de São Paulo. Não foi tarefa complicada pois, na minha opinião, São Paulo tem, de fato, poucos restaurantes japoneses realmente bons.

Shin Zushi

Shin Zushi

O melhor restaurante japonês de São Paulo. Na verdade, o melhor restaurante de São Paulo e ponto. É um restaurante de comida tradicional japonesa, sem firulas ou invenções. Nada de hot roll, sushi de morango ou até mesmo salmão. O ideal é sentar no balcão e nem olhar o cardápio. Peça um omakase (menu degustação) incluindo pratos quentes e frios, tudo com o melhor do dia. É excepcional. Falo mais sobre o Shin Zushi neste post.

Kan Suke

Kan Suke

Outra excelente pedida para um restaurante japonês tradicional, o Kan é um restaurante minúsculo, com um pequeno balcão e um tatame. Reserve o balcão e peça aqui também o omakase e deixe o Egashira-san transportá-lo para o Japão, com toda a sua qualidade e rigor. Destaque especial para os preparos com peixes crus.

Makoto San

Makoto San

Mais um super tradicional japonês, o Makoto San é comandado pelo simpático itamae Helio Makoto Yamashita, que tem uma incrível história de superação. Trabalhou em inúmeros restaurantes no Brasil e no Japão antes de ver sua carreira interrompida por um aneurisma que o deixou paralisado em uma cadeira de rodas por 6 anos. Lutou, voltou a andar e foi atrás do sonho do restaurante próprio, materializado a alguns anos no Makoto San. A casa é pequena, despojada e conduzida apenas por ele, a mulher e o filho. Vale prestigiar pela história e pelo excelente omakase.

Yorimichi

Yorimichi

Melhor yazakaya (bar japonês) de São Paulo.  O Yorimichi é um lugar para se comer petiscos deliciosos, especialmente os kushiyakis (espetinhos). O sanma shioyaki, um agulhão grelhado na brasa, é o mais gostoso de São Paulo.  Vale a visita só por ele. E não deixe de tomar um sake!

JoJo Ramen

JoJo Ramen

Melhor ramen (ou “lamen”, como é mais conhecido no brasil) de São Paulo. O responsável pelas receitas é o ramen master japonês Takeshi Koitani, que fechou seu restaurante em Tóquio e passou 6 meses garimpando ingredientes por todo Brasil. Ele conseguiu adaptar suas receitas, mantendo tradições e sabores autênticos do Japão. O resultado pode ser comprovado nos ramens maravilhosos que além dos quentes, incluem boas opções com caldo vegetariano ou caldo frio.

Makoto

Makoto

Boa opção para quem prefere um japonês com pratos mais modernos.  O umami kanpachi está entre meus pratos favoritos de São Paulo. De atenção especial aos pratos da casa, tanto quentes quanto frios. Falo mais sobre o Makoto neste post.

Ryo Gastronomia

Ryo Gastronomia

Um dos quatro restaurantes com 2 estrelas no Guia Michelin do Brasil. O itamae Edson Yamashita já foi do Shin Zushi e tem técnica apurada no preparo tanto de pratos quentes quanto nos sushis. Boa opção para quem procura um restaurante japonês tradicional de qualidade com ambiente mais elegante aqui em São Paulo. Infelizmente, o restaurante ainda está fechado e operando apenas com um bom delivery.

Aizomê

Aizomê

A chef Telma Shiraishi é uma das maiores embaixadoras da culinária japonesa no Brasil. Ela até recebeu título do governo japonês, um feito e tanto para uma mulher no mundo machista da gastronomia japonesa. Ela não fica no balcão, mas na cozinha preparando receitas – quentes na maioria – que valorizam ingredientes sazonais. É das mãos dela que saem os melhores pratos, não do balcão de sushi. O Aizomê também segue fechado e trabalhando apenas com delivery.

E esses são os melhores restaurantes japoneses de São Paulo! Faltou algum?