Chablis

Chablis é uma região ao norte da Borgonha, quase na divisa de Champagne. Produz um dos melhores e mais famosos vinhos brancos do mundo. Quando me encontrei com este vinho, foi paixão ao primeiro aroma. Nunca mais o esqueci.

Houve um episódio em que essa paixão ficou marcada. Fomos convidados por um casal de amigos para um passeio de barco na região de Angra dos Reis. Levei uma Champa, pois achei que a ocasião requeria, e mais dois vinhos brancos menos pomposos. Durante o passeio, encontramos mais alguns amigos dos nossos amigos e resolvemos ancorar barco ao lado de barco, eram 5 se não me engano, formando uma festa em alto mar.

Com a garrafa de champanhe em punho, passei para o barco onde se concentrava o pessoal. Fomos super bem recebidos e aproveitei para abrir minha garrafa até com certa cerimônia, valorizando a prenda. Brindamos, petiscamos e nos divertimos. Ao final da garrafa, o dono do barco perguntou o que gostaríamos de beber em seguida e dentre as opções oferecidas estava continuar tomando o mesmo champanhe que eu tinha levado, pois por coincidência, a geladeira do barco estava forrada delas.

Depois de algumas garrafas, já um tanto quanto empolgado, decidi ir até um cooler, que estava na popa do barco, procurar os outros vinhos brancos que tinha levado para colocá-los na roda. Nesse momento o dono do barco me perguntou o que eu estava buscando e eu disse que era um vinho branco para tomar com as ostras que estavam sendo servidas. A resposta dele foi imediata; de jeito nenhum, no meu barco você vai tomar os meus vinhos e apontou para o marinheiro que trazia consigo uma garrafa de Chablis.

Chablis

Para falar bem a verdade, não lembro exatamente como foi minha reação. Imagino que um tanto quanto eufórica, já que a festa inteira passou a me chamar de Chablis.

Voltando ao conteúdo informativo deste post, os vinhos de Chablis são sempre feitos da uva Chardonnay, a única permitida. O que diferencia os vinhos então, são as características especificas de cada solo onde são plantadas e claro, o processo de vinificação que pode levar pequenas diferenças baseadas na técnica de cada vinicultor. Os vinhos são classificados em 4 categorias:

Petit Chablis

São os vinhos mais simples da região, feitos nas periferias de Chablis, geralmente não passam por madeira, são refrescantes e ácidos.

Chablis

São os clássicos da região, podem ou não passar por madeira, são elegantes, delicados e mais complexos. Sua acidez o torna um vinho muito gastronômico. É um par perfeito para as ostras.

Chablis Premier Cru

Advindos de apenas 40 sub regiões com essa classificação, esses vinhos trazem as características tanto elementares quanto encantadores da uva Chardonnay. Geralmente com passagem por barris de madeira, são vinhos amanteigados e permitem harmonizações com comidas mais pesadas que supostamente não se comeria com um vinho branco.

Chablis Grand Cru

Aaah! Esse é o creme do milho! Aliás, creme de milho é um dos muitos e alucinantes aromas que esse vinho pode ter. Feito em somente 7 regiões com essa classificação, são vinhos muito complexos e que apesar de poderem ser consumidos jovens, têm uma ótima capacidade de guarda.

Entrada de Chablis

Além dos vinhos, vale uma visita a essa região. Tivemos a sorte de estar por lá em um domingo que é quando a feira livre da cidade acontece. Estávamos de passagem, mas foi uma experiência incrível. Enchemos as sacolas de queijos locais, embutidos e claro, muitos Chablis!!!!

Quer uma dica de um bom Chablis? Ai vai: La Sereine Chablis

Write A Comment