Estive algumas vezes no Evvai, restaurante que sempre achei fraco. Minha última visita para provar o menu Oriundi não foi diferente. Muita coisa deu errado e não gostei.

A única opção é um caríssimo menu degustação a R$ 611 por pessoa.

Conceitualmente, o Evvai é um restaurante derivativo. Encontrei ideias copiadas aleatoriamente de outros restaurantes, como nos cartões do Atomix (onde eles fazem sentido) ou na granola que você leva para casa, do Eleven Madison Park.

Como experiência, é um desastre. A qualidade da comida, a duração cansativa, o atendimento insensível. Nada justifica o preço cobrado.

Destaco alguns pratos que exemplificam a comida no Evvai.

porta-joias

O “Porta-Jóias” tem 3 tartelettes que lembram visualmente aqueles doces ruins de casamento. O sabor é ainda mais infeliz. Você mal sente o wagyu, ouriço ou foie gras antes do gosto desagradável de defumado dominar o paladar.

pomodoro

O “Pomo D’oro” tem excesso de ingredientes, algo que permeia o cardápio. Só consigo imaginar que ele chama-se “tomate” pois colocaram um naco de tomate ali no meio decorado bregamente com ouro.

boi mexilhao e porcini

O “Boi, Mexilhão e Porcini” erra em múltiplas frentes, especialmente ao esconder um ingrediente. A carne do “Boi” é a língua, algo estranho para muitos. Eles não falam isso na apresentação ou descrição do prato causando óbvio desconforto para alguns. Vi duas pessoas reclamarem por terem provado algo que não queriam.

Se a intenção é usar um ingrediente visto como inferior em um contexto de alta gastronomia, a forma escolhida é equivocada.

pasta e fagioli

A “Pasta, Fagioli, Lagosta e Tutano” tem total desarmonia de sabores, com bisque dominando completamente o desnecessário tartar de lagosta.

Nada no menu faz sentido. 14 pratos, 3h30, R$ 1.800 para 2 pessoas. Como a comida, foi difícil de engolir.

Cito algo que presenciei no final da noite como exemplo da experiência no Evvai. Um casal ao meu lado pediu que o menu fosse interrompido. A mulher não queria mais comer. “Aguenta mais um pouquinho” foi literalmente a resposta do responsável pelo atendimento.

Jura? Uma pessoa tem que tolerar a sua comida?

No meu caso, nunca mais.

Leia mais: Será que menu degustação é um formato é supervalorizado?

Write A Comment