Visitei o Kazuo duas vezes desde sua abertura e experimentei as duas degustações oferecidas. A proposta é bem-vinda, mesmo que a casa precise de ajustes.

O cardápio tem opções à la carte e duas degustações (R$ 390 cada): o omakase japonês, com pratos frios e nigiris, e o menu Kazuo, com pratos frios e quentes. Tudo com diferentes inspirações asiática.

Me dei melhor com o omakase, que incluiu:

  • Ostra com uni, ovo de codorna e molho cítrico
  • Kinilaw (filipino), bijupirá com pimenta, coentro, amendoim e molho de tamarindo
  • Robalo com lula, ovas e molho ponzu com pimenta
  • Degustação de sashimi de atum brasileiro (akami, chutoro e toro)

Tudo excelente, com destaque para o ótimo e refrescante kinilaw e os excelentes cortes de atum.

Na sequência, os nigiris (contei 18), com destaque para o akami, o toro raspado na colher (pqp), o bijupirá com yuzu e o uni.

A linha é mais tradicional e o chef Kazuo manda bem.

Comi também o menu Kazuo em outra visita, sequência que achei mais inconsistente.

Repeti (feliz) a ostra e o kinilaw, desta vez com tainha. Complementaram os pratos frios:

  • Peixe-serra com molho de gengibre, alho e cebola caramelizada
  • Tartare de atum com gochujang, shari e missô
  • Nigiris de atum com foie gras e vieira trufada.

Dispensaria o nigiri de vieira trufada. O restante é muito bom, especialmente o excelente peixe-serra.

Entre os quentes:

  • Camarão Hong Kong com noz pecan caramelizada
  • Cha Gio (vietnamita), rolinho de folhas de arroz com porco, ervas e molho cítrico
  • Pato-à-pequim
  • Curry verde com frango, berinjela e arroz jasmim

É incomum comer uma sequência assim e confesso que me perdi um pouco. Também achei que todos tem um componente doce (incluindo os frios) que torna tudo meio monótono.

Vale conhecer a versão do Kazuo para o pato-à-pequim.  O rolinho também é gostoso. Já o camarão é desequilibrado/doce e o curry muito pesado.

Por fim, fiquei com a sensação de comer vários pratos e não um menu pensado como experiência, com visão de começo, meio e fim.

A parte fria, tanto no omakase quanto no menu Kazuo, foi o que mais gostei.

Aposto que com o tempo irão melhorar. Voltarei!

#kazuo

Leia mais: Cais tem ótimos frutos do mar, pratos vegetarianos e vinhos

Write A Comment