Fui conhecer o novo restaurante da chef Renata Vanzetto, o Miado. Adoro o conceito de um restaurante com diferentes influências asiáticas. Aqui ele ainda precisa evoluir.

Comi pratos bons, pratos que precisam de ajuste e pratos que não funcionam.

tom kha shiro

O Tom Kha Shiro, caldinho thai com cítricos, frango, leite de coco, gengibre, coentro, dedo de moça e cogumelo (R$ 15) é confortante e saboroso.

bolinho de arroz

O bolinho do arroz japonês com molho agridoce (R$ 22) é compacto e tem molho com bom equilíbrio entre doce, salgado e ácido.

carpaccio de peixe branco com bifum crocante

O carpaccio de peixe branco com molho ponzu, bifum crocante e coentro (R$ 38) é muito gostoso. Simples e bem executado. O bifum frito funciona, sugando o excelente ponzu, que é leve e bastante cítrico.

tempura de cebolinha e vagem holandesa

O tempura de cebolinha e vagem com maionese de missô e amendoim (R$ 20) tem interior gorduroso e maionese que não contrapõe a fritura. O limão ajuda, porém não resolve.

mini sandubinha de ostra empanada

O mini sandubinha de ostra empanada (R$ 26) equilibra melhor a acidez e tem muito sabor. Um pão mais macio elevaria a textura da ostra.

bao de peixe com maionese de curry e salada de papaya verde

O bao de peixe com maionese de curry e salada de papaya verde (R$ 32) é bom ao mesmo tempo que um pouco monótono.

camarao inteiro frito

O camarão inteiro com edamame e molho picante (R$ 40) tem molho saboroso, mas com vinagre em excesso. E nunca entendo um restaurante servir o camarão com vísceras. Faltou cuidado.

sushi de carapau

O que não gostei mesmo foram os sushis. Tanto o sushi de carapau (R$ 20) quanto o sushi de vieira selada (R$ 40) têm combinações de ingredientes que não funcionam e um shari (arroz) gelado, cozido além do ponto, grudento e doce.

sushi de vieira selada

Eu deixaria os sushis e uramakis para restaurantes japoneses. Temos ótimos em São Paulo.

torta ridicula das deusas

Para finalizar, a torta ridícula das Deusas (R$ 27), uma torta seca e sem qualquer equilíbrio entre massa, recheio e frutas.

Miado

Vale dizer que o Miado tem uma área interna e uma varanda aberta. Em dias mais frios como o que fui, o restaurante fica gelado. E os banquinhos na varanda são bem desconfortáveis, duros e sem encosto.

Como qualquer casa nova, imagino que as coisas ainda estão se ajustando para evoluir.

Fico na torcida. Gosto do conceito, comi coisas gostosas e acho o preço razoável.

#miado

#renatavanzetto

#comidaasiatica

Leia mais: Lassù tem rooftop com uma das experiências mais incríveis de São Paulo

Write A Comment