O Tanit é um daqueles restaurantes que merece a fila que tem na porta. Com pratos da cozinha mediterrânea, alma catalã e releitura de clássicos espanhóis, o chef Oscar Bosch mostra técnica apurada em um cardápio sensacional.

Oscar Bosch
Oscar Bosch

O chef Oscar Bosch nasceu em Cambrils, cidade próxima a Barcelona. Sua infância foi dentro do premiado Can Bosch, restaurante de seus pais. Com a gastronomia na veia, ele engordou seu currículo com passagens por restaurantes ícones mundiais como o El Bulli e El Celler de Can Roca, ambos eleitos diversas vezes como melhores do mundo.

Casou-se com a chef patissière brasileira Bia Bosch e veio morar no Brasil em 2009. Trabalhou no agora extinto Fishbar antes de abrir em 2016 o Tanit.

Tanit
Tanit

O cardápio é bem variado, com muitas opções de entradas e pratos para compartilhar. Aliás, eu sugeriria exatamente isso, compartilhar. Tem muita coisa gostosa aqui para ir direto a um prato principal.

Entre nossas pedidas nesta última visita:

Croquetas de pato
Croquetas de pato

Croqueta de pato com geleia de pimenta vermelha (R$ 32). A definição de uma croqueta perfeita. Sequinha, crocante e de recheio úmido e saboroso.

Spicy Piña
Spicy Piña

Para acompanhar, o Spicy Piña (R$ 33), um blend de runs com xarope da casca do abacaxi, mel e especiarias. Tomei 2, fantástico.

Mini cone com tartar de atum
Mini cone com tartar de atum

Mini cones com tartar de atum, gema curada e “caviar” de shoyu (R$ 42). Eles serviam esse tartar em uma torrada de arroz. Aqui, com esse mini cone, ficou ainda melhor.

Gambas al ajillo
Gambas al ajillo

Gambas al ajillo (R$ 94), camarões grelhados e flambados ao perfume de manzanilla, alho, pimenta dedo de moça e salsinha. Fiz um post (este) aqui mais no início da pandemia falando dos melhores pratos para se pedir no delivery. Essas gambas estavam na lista. Presencialmente é ainda melhor. Camarão de sabor e textura impecável. E todo esse azeite e alho, como deixar isso assim tão leve? Não sobra uma lasquinha de alho, que cozidos lentamente, são doces e nada picantes.

Acompanhou um ótimo cleriquot (R$ 98), aqui feito com espumante, cointreau e brandy.

Rabada desfiada
Rabada desfiada

Finalizamos com um dos pratos principais, a rabada desfiada (R$ 78), cozida na cerveja preta e desfiada, com purê de mandioca frita, musseline de mandioquinha e crispy de couve. O que você imagina de uma rabada, aqui em uma fabulosa releitura. Eles cozinham por um longo tempo e tiram todo o excesso de gordura, dando ao prato sabor ainda intenso.

Tudo excelente, e nem falei dos arrozes, do polvo a la plancha, do gazpacho e outras delícias.

Ah, e o restaurante vizinho, antigamente uma área de espera para o Tanit, hoje é o Nit, um bar de tapas igualmente delicioso.

Tanit
Tanit

Qualquer lista bem feita de melhores restaurantes de São Paulo deveria incluir o Tanit. Aqui, ingredientes de qualidade preparados com técnica primorosa são a regra. Vale muito a visita. E a fila, se você não chegar bem cedo.

Tanit
Rua Oscar Freire, 145 - Jardins - São Paulo/SP
(11) 3062-6385

Write A Comment