Provavelmente você já deve ter escutado sobre vinhos naturais, orgânicos e biodinâmicos, mas nem sempre eles vêm com bula. Sendo assim, vou falar um pouco sobre o conceito de cada um deles e tentar facilitar sua decisão quando se deparar com um vinho desses em uma carta de restaurante, na prateleira de uma loja ou nos rincões da internet.

Vinhos Naturais

São feitos de uva fermentada – ponto final.

Teoricamente esses vinhos são feitos artesanalmente, desde o cultivo do vinhedo, que deve ser orgânico, até a vinificação do vinho. Ou seja, colhem-se as uvas, faz-se a maceração e coloca-se para repousar. Enzimas naturais devem agir sobre o mosto, fermentá-lo e gerar um vinho que não passará por filtragem ou clareamento. Digo teoricamente porque não existe uma definição legal sobre o que é vinho natural e o processo pode mudar de um produtor para o outro.

Vinhos Naturais

Um dos pontos chaves para que um vinho seja considerado natural, é a não adição de SO2 na garrafa. Ou seja, todo SO2 que contenha o vinho deveria vir diretamente da uva. A falta desse conservante pode significar menos tempo de vida ao vinho, mas isso também não é uma regra, já que existem relatos de vinhos naturais evoluindo lindamente com mais de 10 anos de idade. Eu mesmo tomei um vinho natural branco de uva Riesling Itálico 2009 da Domínio Vicari outro dia e estava um espetáculo. Acho que teria alguns bons anos de vida pela frente ainda.

Outro ponto curioso é que, por serem naturais, não seguem um padrão de cor, aroma e sabor. Vai depender muito da safra e do lote ainda que de um mesmo produtor e de uma mesma uva. Mas as diferenças fazem parte do encanto.

A comercialização dos vinhos naturais, é outra questão interessante. Geralmente são produções pequenas, com alto risco já que pouco se controla essa produção. Muitos produtores fazem vinhos em suas próprias garagens e não têm um negócio formalizado. Por tudo isso, não se acha vinhos naturais tão facilmente por aí. É preciso buscar, investigar, conhecer para ter acesso à alguns tesouros.

Atualmente esse mercado no Brasil já tem uma expressão mais forte, graças ao trabalho árduo não só de quem produz, mas de quem divulga, dos embaixadores dos vinhos naturais.

Vinhos Orgânicos

Vinhos Orgânicos

São vinhos feitos com uvas orgânicas, sem uso de defensivos agrícolas que não sejam naturais. Não são necessariamente Vinhos Naturais, pois podem receber algum tipo de intervenção durante a vinificação, por exemplo filtragem. Também não são necessariamente biodinâmicos, pelo que explico abaixo.

Vinhos Biodinâmicos

São vinhos feitos com uvas originadas de uma produção biodinâmica, ou seja, o modelo de produção da uva é auto sustentável e envolve outras produções correlatas dentro de uma propriedade.

Imagine que você crie um cavalo para te ajudar no manejo dos vinhedos. Ele também vai gerar o esterco para sua produção dos vinhedos. Você também cria gansos que, além de gerar esterco, vão se alimentar de insetos que podem prejudicar as uvas. É um conjunto de atividades que formam um ciclo produtivo virtuoso. Até aí, bem alinhado com a produção orgânica, o que lhes diferencia é a questão da filosofia antroposófica, ou seja, a harmonia com o cosmo, cultivo do solo e processo de vinificação regidos pela posição dos planetas e pelas fases da lua.

Leia mais: As 5 melhores vinícolas para você conhecer no Brasil

Write A Comment